Cuidados com seu pet no frio

5 de Julho de 2019
Cuidados com seu pet no frio

Geralmente os pets têm menos problemas com as temperaturas um pouco mais baixas, os cães, por exemplo, costumam ter mais disposição durante essa época do ano. Mas, assim como acontece com os humanos, alguns cuidados podem ajudar a evitar doenças.

Tosa: se seu pet for bastante ativo, realizando atividades regulares e não tenha nenhum problema de saúde, você pode manter a rotina de tosa sem problemas. Mas caso seu amigo tenha uma idade mais avançada, ou fique bastante tempo na rua, evite tosas muito baixas para aproveitar a proteção dos pelos contra o frio.
  • Roupas: se o seu animalzinho estiver habituado a usar roupas, aproveite para vesti-lo com roupas mais quentinhas.
  • Cama: garanta que lugar onde seu pet dorme não seja muito frio, de preferência em lugares fechados, mesmo que ele tenha uma casinha.
  • Comportamento: fique atento a qualquer mudança de comportamento, pois pode indicar algum desconforto ou problema. Por exemplo, se seu pet sempre foi bastante ativo e passa a ficar quieto demais, pode ter algo incomodando ele.
  • Banhos: você pode diminuir a frequência dos banhos, evitando os dias mais frios. Outra dica importante é não deixa-lo sair na rua por pelo menos 30 minutos após o banho.
  • Exercícios: estimule-o com atividades físicas e brincadeiras. E na hora de passear, dê preferência aos horários com mais sol.
  • Escovação: escove o pelo do seu pet ao menos 3 vezes por semana. Com o frio eles tendem a se lamber mais, o que pode formar bolas de pelos no estômago nos gatos e lesões de pele nos cachorros.