7 dicas para cuidar da saúde bucal do seu cão

19 de Setembro de 2019
As doenças periodontais atingem grande parte dos cães com mais de 3 anos de idade, e podem levar a complicações sérias, como a perda de dentes e migração de bactérias para rins, fígado e coração. Incialmente com o acúmulo de placa bacteriana, as doenças pode evoluir para a formação de tártaro, afetando a gengiva do animal. Com exceção do mau hálito, os sinais apresentados são quase imperceptíveis, pois as lesões costumam ocorrer sob a gengiva.
Por isso, a escovação diária é fundamental desde os primeiros meses de vida do seu pet. Para criar o hábito e ajudar na aceitação do animal, você pode associar a escovação com um estímulo positivo, como um passeio, uma brincadeira, etc. Separamos algumas dicas para você cuidar bem do amigo.
  1. Pasta dental veterinária: a fricção da escova nos dentes já é o suficiente para a limpeza, mas a pasta dental veterinária tem um sabor agradável, podendo tornar o processo mais fácil.
  2. Escova macia: caso você opte por uma escova para humanos, escolha com cerdas macias para evitar lesões. Também existem escovas veterinárias que são desenvolvidas de acordo com a anatomia oral dos pets.
  3. Não use pasta dental para humanos: o teor de flúor presente nas pastas dentais que usamos é tóxico para os animais.
  4. Calma: é importante que o animal esteja calmo e receptivo, faça carinho e seja paciente.
  5. Movimentos: com a escova em um ângulo de 45° em relação aos dentes, faça movimentos circulares e leves.
  6. Comece pelos dentes dos fundos: os cães aceitam melhor a escovação quando iniciada dessa forma.
  7. Torne um hábito: no começo você pode escovar apenas a face externa de alguns dentes, para que seu amigo vá se acostumando. E aumente aos poucos a quantidade de dentes a cada sessão.
Além disso, consulte com seu veterinário regularmente e fique atento em casos de mau hálito.
 
Todo ser vivo merece carinho e atenção!