Cinco motivos para adotar um cachorro adulto

8 de Junho de 2018
Quando pensamos em adotar um pet, nos passam pela cabeça inúmeras possibilidades: devo pegar um peludo de raça ou um SRD (sem raça definida)? Filhote ou adulto? Está pensando nesta possibilidade? Confira cinco motivos para adotar um cachorro adulto:
 
1. Cachorros adultos têm menos chance de ganhar um lar
É inevitável e comprovado estatisticamente: cachorros mais jovens conseguem um lar para chamar de seu muito mais facilmente do que um pet adulto. Com isso, um cachorrinho jovem (que não esteja mais nos primeiros meses de vida), passa a morar definitivamente em lares temporários ou abrigos, se tornando um adulto que nunca teve uma família só sua. 
2. Eles já passaram pela fase das descobertas infinitas
Cachorros filhotes querem descobrir o mundo custe o que custar e, assim como filhos humanos, tendem a explorar tudo, incluindo os limites da casa e a paciência das pessoas. Filhotinhos normalmente destroem coisas, se metem em confusão e fazem bastante barulho quando querem alguma coisa. Em regra (obviamente podendo haver exceções), um cachorro com mais de um ano de idade não tem a necessidade de roer objetos e nem deve passar as primeiras noites chorando por estar longe da mamãe cadela e dos irmãos.
3. Cães adultos têm muito amor para dar
Pode reparar: a maioria dos pets que vive em abrigos ou lares temporários são extremamente amorosos e cheios de disposição para conhecer os humanos que vão lhes visitar. Imagine, então, do que são capazes quando se virem em uma casa com uma família… é amor e dedicação que não acabam mais!
4. Eles podem ser “moldados” assim como os filhotes
Muita gente acredita que ao adotar um pet adulto, terá problemas em ensinar a ele regras e comandos novos, mas isso não passa de um mito, afinal, cachorros adultos tendem a ser menos desafiadores do que filhotes. Se eles vierem de um local onde era feito um trabalho legal de educação e socialização, por exemplo, em poucos dias vocês estarão se entendendo super bem e sem estresse para ambas as partes.
 
5. Você já conhece o seu jeito/ “personalidade”
Um cachorro adulto já tem muito da sua “personalidade” formada e, por isso, “surpresas comportamentais” dificilmente ocorrerão. Com a ajuda dos atuais responsáveis pelo pet, é possível saber como ele se comporta com pessoas, outros animais e em situações como ficar sozinho, por exemplo.
 
Quer adotar um cachorro adulto e não sabe por onde começar? Visite feiras de adoção, faça pesquisas sobre Organizações Não Governamentais e abrigos ou converse com amigos e familiares que já tenham cães. Procure ter informações sobre o pet como histórico de saúde, problemas de comportamento e restrições que ele possa ter (com animais, crianças e até alimentos).